AmorAmor, Fotografia, Gravidez & Maternidade

Por que você se lembra da festinha simples que seus pais faziam na garagem de casa.

Por que você se lembra da festinha simples que seus pais faziam na garagem de casa, mas seu filho não vai lembra da megaprodução de aniversário que você preparou para ele.
Recentemente, pesquisadores conseguiram encontrar cinco elementos presentes nas memórias positivas que levamos para o resto da vida. O PRIMEIRO elemento é as sensação de encanto ou deslumbramento. São momentos que envolvem emoções como surpresa, alegria e admiração. Contudo, situações de extrema alegria ficam registradas quando há interação com nossos familiares mais próximos. Isso significa que aquela festa de aniversário caprichada, com decoração, personagens e equipe de recreação só vai ficar registrada nas fotos e nas filmagens. Na memória sobrarão os momentos de interação que ele teve com os pais e irmãos. O problema é que, exatamente nesse dia, estamos tão ocupados! Passamos a festa fazendo malabarismo para receber os convidados e tentar segurar o aniversariante para tirar fotos, receber os presentes e nao se sujar antes do “parabéns”. E assim nossas crianças curtem esse dia, mas não levam registros na memória. Por isso, há mais chances de você lembrar da festa simples que seus pais faziam na garagem de casa do que seu filho ter memórias sobre a superprodução que você tanto se esmerou em criar para ele. Com menos pessoas, menos distrações, mais proximidade com os familiares, nossas festas de aniversário nos permitiam ter o PRINCIPAL elemento na criação de memórias positivas relacionadas ao encanto e deslumbramento: interação familiar. Uma dica para que seu filho possa guardar momentos como esse é criar oportunidades para o encantamento antes da chegada dos convidados ou na preparação da festa. Organize o dia para que vocês tenham momentos a sós, em família, para curtir a data tão especial. Vale também para formatura, primeiro dia de aula, início ou final das férias e outros momentos especiais.

Li esse texto no @SOSEDUCAÇÃO hoje e não pude deixar de compartilhar aqui junto com as (super atrasadas) fotos do aniversário do meu filho José Leite que foi dia 02.10.2018. Já tinha um tempo que vinha pensando em escrever sobre esse assunto aqui, mas não encontrava as palavras corretas e gentis para não ofender os pais que optam por fazer das festas de seus filhos uma verdadeira festa de “casamento”, no entanto amei esse respaldo cientifico, pois era exatamente o que eu pensava sem nem saber que existia um estudo para tal.
Quero deixar claro que RESPEITO toda família (inclusive de várias amigas minha) que optam por celebrar as festinhas de CRIANÇAS de formas homéricas, mas peço licença para deixar aqui registrado a minha ENORME ADMIRAÇÃO pelos pais que optam pelo simples, pois apesar da nossa sociedade pregar uma ideia contrária, ser simples é ser INCRÍVEL! em todos os aspectos.
A festinha do José aconteceu na casa do meu pai, exatamente no dia que ele nasceu (caiu numa terça-feira),no horário que ele fica acordado (ele dorme as 19hrs com um limite máximo até as 21hrs) então a festinha começou as 17:30hrs com hora para terminar, APENAS com convidados que ele convive constantemente (sim, ficaram de fora amigos queridos nossos que não convivem tanto assim com José). A decoração foi toda feita por mim (do jeito que a minha mãe fazia para mim) e apesar de termos doces e guloseimas açucarados (e divinos! que merecem um post exclusivo por sinal), eu fiz questão de fazer o bolinho de banana que o José ama (e que ficou na altura que ele pidesse pegar), o purê de maça que ele adora, a janta dele e os salgadinhos sem lactose etc.. (tudo para que ele também pudesse comer, afinal a festa é dele). Essa foi a nossa escolha, a nossa decisão e foi muito lindo! No final ele estava tão feliz, tão empolgado. Tenho certeza que ficou gravado no coração dele. ❤

Beijos Simples

Olivia

Advertisements
Standard