Dicionário de Moda

Dicionário de Moda- Dress Code

Vai começar a temporada de festas e confraternizações. No meio sempre tem um anivesário, casamento, noivado, e claro que aqueles convites mais requintados nos enche de dúvida em relação ao tipo de roupa que devemos vestir para cada ocasião. Com nomes confusos, todas essas palavras se chamam “DRESS CODE” ou em tradução livre e liral “CÓDIGO DE VESTIR”. Pois bem, existe uma palavra que enquadra todas elas e se chama

Quem nunca parou para pensar “com que roupa eu vou?” depois de receber um convite para uma festa, seja de aniversário de 15 anos, casamento, cerimônias de formatura ou em outras ocasiões mais formais?
Foi pensando nisso que a jornalista Mauren Motta, expert em semanas de moda e no universo fashionista, decidiu escrever o livro “Socorro! Com que roupa eu vou?” – Guia ilustrado de Dress Code. Não sabe o que é “dress code”? Nada mais é do que “código de vestimenta”, ou seja, o que é aceito ou não em cada estilo.
O livro foi todo projetado para lembrar o design de uma revista. É um verdadeiro manual para você tirar todas as dúvidas, entender o que se pede em cada tipo de traje, além de trazer dicas sobre como escolher o melhor outfit (look) e ainda vários depoimentos dos principais nomes do mundo da moda.
A seguir, selecionamos 15 dicas, é um miniguia para você mandar bem (e nunca mais se estressar) na hora de escolher aquela roupa incrível que você vai usar para divar nas festas.
.
CASAMENTOS
“São cerimônias que podem variar no nível de formalidade – e o horário e o local são determinantes na hora de escolher o que vestir. É preciso estar muito atento também aos detalhes do convite e às informações transmitidas pelos noivos, pois as comemorações podem ser religiosas ou não, durante o dia ou à noite, em um salão sofisticado ou até em uma praia deserta! Apenas tome cuidado para deixar a cor branca e as flores para a noiva e se preocupe, sim, com o excesso de pele e outras ousadias caso haja uma cerimônia religiosa”.
.
FESTA DE 15 ANOS
“As festas de 15 anos também podem variar muito de acordo com o estilo de cada menina. Algumas vão além: a aniversariante resolve, durante a festa, mudar de mood* – ela chega com um outfit* mais romântico, que é trocado por um mais ousado ao longo da noite, por exemplo. Geralmente, as festas costumam ter o estilo “balada sofisticada” e os convidados devem se ater ao traje. Contudo, é possível apostar em looks mais jovens, coloridos, com brilhos e comprimentos menores. Aqui também é muito importante informar-se ao máximo sobre o estilo, o horário e o local da festa”.
*Mood: estilo
*Outfit: look
.
FORMATURAS
“As formaturas geralmente não exigem um dress code específico e o estilo de comemoração pode variar muito de formando para formando. Na colação de grau, o traje ideal é o esporte fino. Lembre-se que a cerimônia é longa e que você possivelmente estará sentada o tempo inteiro – por isso, opte por roupas confortáveis. Na comemoração, só use longo ou smoking se o traje for black-tie. Caso contrário, deixe-o para os formandos”.
.
BLACK-TIE
“Eventos de gala representam o ápice da sofisticação e da formalidade no vestir. Podem ser realizados nas mais diversas ocasiões especiais, mas o traje é sempre o mais formal e glamouroso: o black-tie. Como são usados uma vez aqui outra acolá, aqui é possível investir rm longos pretos, que nunca saem de moda”.
.
COQUETÉIS
“Para saber o que vestir em um coquetel mais informal, o tipo de convite pode dar uma pista incrível sobre o que vestir. Se o convite for digital, geralmente a comemoração vem em tom mais leve e casual, mas sempre fique atento às outras informações contidas. Coordene o traje com a temporada – tecidos mais leves e cores mais brilhantes para eventos na primavera e no verão; tons mais escuros e em tecidos mais pesados para eventos realizados no outono e no inverno. Vestir trajes casuais para um coquetel mais formal após o trabalho, por exemplo, é ideal”.
.
TRAJE ESPORTE
“O nome acaba gerando confusão, mas o traje esporte não é nada esportivo. Ele é usado em eventos mais informais, que não pedem rigor na produção, como almoços, por exemplo. A produção é bem livre, as mulheres podem usar vestidos, saias, calças, macacões… O importante é apostar em peças leves e despojadas, sem muito brilho. O mesmo vale para maquiagem e cabelo. Já os homens podem usar calças jeans, camisas esportivas ou polo, jaquetas, suéteres e blazers esportivos, que podem ser combinados com mocassins ou sapatênis”.
.
TRAJE PASSEIO, ESPORTE FINO OU “TENUE DE VILLE”
“Vem do francês “roupa para a cidade” [tenue de ville], aparece em convites para vernissages e estreias teatrais e já vem carregado de certa formalidade. O traje passeio ou esporte fino requer munir-se de um vestido mais clássico, bijouterias bacanas, salto alto e bolsas menores. Um vestido de seda ou uma calça de linho também caem bem, dependendo do horário do evento. Para os homens, se a festa for à noite, cai bem o paletó escuro usado com gravata; se for durante o dia, é possível optar por blazer e calça em tons mais claros, com ou sem gravata. A composição calça de sarja com camisa e blazer também é uma ótima opção. Nos pés, sapato social ou mocassins escuros”.
.
TRAJE PASSEIO COMPLETO OU SOCIAL
“O traje social, também conhecido como passeio completo, aparece em convites para jantares e coquetéis. As mulheres podem apostar no cocktail dress e a formalidade já pede o brilho, os tecidos mais finos, como o shantung, e as joias. O traje dos homens é o costume, ou seja, a dupla de calça e paletó escuros combinados com a camisa e sapatos sociais e cinto. O terno, que consiste em calça, paletó e colete, também pode ser usado”.
.
TRAJE BLACK-TIE, TENUE DE SOIRÉE, RIGOR, OU HABILLÉE
“Este traje é o ápice do luxo ao vestir. Para as mulheres é o momento de vestidos longos, fendas, decotes e joias elaboradas. São permitidos brilhos, volumes e maquiagem mais carregada. Para os homens, o uso do smoking é imprescindível, combinado com sapatos de amarrar pretos, que podem ser de verniz ou couro liso”.
.
WHITE TIE
“O traje white tie é o mais formal de todos e só é usado em cerimônias protocolares, jantares com chefes de estado, cerimônias como as do Prêmio Nobel, etc. Caso você tenha recebido, por exemplo, um convite da Rainha da Inglaterra para um evento no Palácio de Buckingham, são permitidos vestidos finos, com comprimento a partir do tornozelo e cores clássicas, clutch [carteira de mão], joias vintage ou couture, além de acessórios como luvas de ópera, tiaras e casacos de pele. Os homens devem estar de fraque preto, camisa branca lisa com a ponta do colarinho ‘quebrada’, colete branco, gravata borboleta branca e sapatos de couro brilhante. Aqui são permitidas cartolas pretas, luvas brancas, suspensórios e até relógios de bolso”.
.
DRESS TO KILL CODE
“Como anfitrião da festa de lançamento do livro Gloss: The Work of Chris von Wangenheim, que reúne imagens do fotógrafo explorando o glamour e a excentricidade da moda nos anos 1970, Marc Jacobs criou um traje para acompanhar o tema. No convite, o estilista solicitou aos convidados que fossem “vestidos para matar” e especificou o que poderia ou não ser usado: “Casacos de pele sobre lingerie, gloss, cabelo da Jarry Hall, paetê, turbantes dourados de lamê, calças bufantes, minissaias e pernas musculosas, CDs de platina como adereços de cabeça, paetê, pele com efeito cintilante, sobrancelhas descoloridas, chegar em um cavalo, saltos altíssimos, óculos aviador espelhado. Sem sapatos baixo. Sem acabamento opaco. Sem look natural”.
.
RETRÔ DRESS
“Mais que uma febre passageira, a macrotendência de revisitar décadas passadas na moda já se consolidou como um estilo e este perfume vintage nunca esteve tão presente como nas últimas temporadas de desfiles internacionais. Grandes grifes, como as italianas Gucci e Valentino, desfilaram coleções cheias de estampas, tecidos aveludados, cintilâncias e cores vibrantes, remetendo ao período entre as décadas de 1960 e 1970. Ainda assim, essa vibe retrô, que cada vez mais toma conta das passarelas e dos guarda-roupas das fashionistas mais estilosas do planeta, nem de longe tem cara de “velha”. Peças de outros tempos dão um toque de exclusividade a qualquer outfit [look], instantaneamente acrescentando informação de moda à produção e comprovando que os 60’s e 70’s – assim como os recém resgatados 90’s – combinam com todas as ocasiões”.
.
FESTA PELA MANHÃ
“Festas pela manhã, como casamentos que começam às 11h, costumam ser mais simples e intimistas. Os trajes dos convidados podem ser mais claros e despojados. As mulheres devem evitar um visual carregado, principalmente na maquiagem, que pode até escorrer com o calor do sol”.
Lembrando que no caso de casamentos é fundamental não repetir a mesma cor do vestido da noiva.
.
FESTA À TARDE
“Assim como nas festas pela manhã, à tarde os convidados podem ser mais informais e investir em tons mais claros. Se o evento será ao final da tarde, como casamentos que começam às 17h, é preciso pensar que a festa se estenderá até à noite e o clima pode mudar”.
.
FESTA À NOITE
“Festas à noite costumam ser mais requintadas e os convidados podem investir em mais brilho e em visuais mais carregados, além de cores mais escuras”.
.
fonte: http://www.msn.com/pt-br/estilo-de-vida/moda/dress-code-tudo-o-que-voc%C3%AA-precisa-saber/ss-AAnNaUI?li=AAggXC1&ocid=mailsignout#image=16

Advertisements
Standard
AmorAmor, Gravidez & Maternidade, Nascendo, Semente

Parto Humanizado

PARTO HUMANIZADO é um parto que você passa por ele sorrindo, pq tudo que traz vida, traz alegria. Na foto eu sorrindo, agradecendo pelas 18hrs de parto vividos e que foram lindos, vendo minha médica ser humana e se colocar na posição de coadjuvante, observadora, partejando comigo cheia de amor. Minha doula-guardiã-mãe atras apoiando minha decisão, um ciclo de mulheres fortes completada pelo meu marido fotografo…..e só! Só nós 4 amando e esperando um quinto elemento que estava chegando: José Leite💙
Depois tudo mudou, mas e dai?!? Eu ainda estava lá decidindo tudo.
Não! Eu não tive o parto que sonhei, mas eu tive o parto que escolhi, o parto que meu filho escolheu.

Parto humanizado é ter sua escolha, a sua vontade e acima de TUDO a sua voz RESPEITADA! É ser autora do seu momento e não vítima de um médico controlador que quer ter domínio do processo porque afinal de contas ele é “médico e ele sabe mais que você” (ninguém sabe mais da gente do que nos mesmo, nenhuma faculdade de medicina dá esse poder ao homem). É ter conhecimento de tudo que poderá acontecer para ter a liberdade e a tranquilidade de decidir o que é melhor para vc, principalmente nos momentos críticos (conhecimento gera liberdade e tranquilidade).

Parto Humanizado é separar conceitos e saber que “DOR” é diferente de “sofrimento”, é ter nas suas mãos o conhecimento e consentimento de tudo que está acontecendo. É tirar o peso das opiniões alheias das costas, das suas próprias costas. É viver! Todas as vezes que deixamos alguém controlar nossas vidas e vontades entramos em colapso emocional!

Por isso para mim parto humanizado é uma teia de conexões humanas profundas onde o médico respeita a doula que respeita o marido e a mulher que se alto respeita e por consequência respeita o seu bebê que respeita à natureza. Por isso eu defendo que toda mulher deve escolher ter um parto humanizado, seja ele normal, cesárea ou natural. Não se engane, parto humanizado não é ter filho na banheira, parto humanizado é parir uma onda de humanidade!

Parir é normal!

Beijos Humanizados

Olivia

Standard
Gravidez & Maternidade, LookDoDia

Cintura de Grávida

Ou mais conhecida como cintura império que é essa que começa logo abaixo dos seios e que deixa a barriga confortável e ao mesmo tempo mostra uma coisa que toda grávida tem de bonito: O peitão!
Apesar de achar lindo, confesso que não usei muito na minha gravidez esse tipo de cintura, mas aos nove meses e meio fui a um casamento e usei um vestido ideal para usar esse tipo de cintura. Usei esse vestido no aniversário de 60 anos da minha madrinha aos 6 meses, mas fotografei aos nove meses porque a barriga estava mais evidente.

Vestido: Aliexpress| Cinto: 25 de março antigo| Brinco: Unique Acessórios

Beijos Barrigudos

Olivia

Standard
Gravidez & Maternidade

Sonar Portátil Para Gestação

Sem dúvidas uma das coisas mais legais que eu adquiri na minha gravidez foi o sonar portátil ou monitor cardíaco fetal. Ele nada mais é que um aparelinho que possibilita você a escutar o coração do bebê quantas vezes quiser, na hora que quiser. A principio eu queria um modelo importado chamado Shell da marca Bellabeat que você acopla no seu smartphone e escuta a hora que quiser, mas ele estava esgotado quando fui para Miami fazer o enxoval, então resolvi comprar uma versão brasileira que é super bacana também.
O funcionamento dele é bem simples, você aplica gel transmissor na barriga e vai deslizando o aparelho até encontrar o coração. Você irá ouvir vários ruídos e barulhos internos (aquela história que dentro da barriga é tudo calmo constatei que é mito, lá dentro é turbilhão de sons hahaha), mas quando encontrar o coração é emoção pura,
você saberá na hora que é seu bebê pulsando vida dentro de você. Confesso, é viciante! Para as gravidinhas de plantão fica a dica, ele não custa tão caro e é uma delicia. Vale a pena comprar.

O modelo que eu comprei você acha fácil em vários sites, só pesquisar “monitor’ ou “detector- doppler” cardíaco fetal. Existe vários modelos, alguns são mais sofisticados mostrando até mesmo a frequência de batimentos cardíacos (por isso são mais caros) e outros mais simples e baratos, o meu aparelho custou 120 reais, mas só dá para ouvir.Para a próxima gestação vou comprar o modelo importado Bellabeat.

Esse é o meu sonar, ele é simples, mas a emoção é mesma. Ele já vem com um gel, fones de ouvido e um cabo para caso queira ligar em uma ciaxa de som ou ainda gravar o coração do bebê.

Beijos Barrigudos

Olivia

Standard
Gravidez & Maternidade, LookDoDia

Tenis na gravidez

Finalzinho da gravidez os pés incham um pouco, é quase que inevitável esse fato! Por isso que você tem que optar por passar mais tempo com sapatos baixos, mas isso não significa tem que calçar aqueles chinelos horrorosos. Você pode apelar para os ténis e sapatilhas que ficam super tão fashion quando aquele salto alto. Acabei usando muito meus tênis Adidas, são paixão antiga e foram muito parceiros na minha missão de ir ate o final sendo uma gravida fashion rsrsrrs. Sei que esse modelo de tênis é super popular, daqueles que todo mundo tem, mas eles são ótimos, gosta de dizer que são tênis que TODOS deveriam ter. Eu tenho os meus (, sim tenho mais de 1…rsrrsrs…esse e um outro total branco) a mais de ano de uso muito! Vale o investimento.

Blazer capa: Nasty Gal| Tee: ZARA| Saia: Renner| Bolsa: Saint laurent| Tenis: Adidas

Beijos Barrigudos

Olivia

Standard